Team TWS

if you want to contact the TeamTWS send us an email to the agency
paulafranco@dreameragency.com

quarta-feira, 21 de maio de 2014

TEDxCantanhede || Mais Do Que Palavras || More Than Words

O Museu da Pedra foi palco de um TEDxCantanhede que foi além das palavras.
Na verdade, não foi um TEDx de palavras, pelo contrário. Foi um TEDx de sabores vertidos em sentimentos, foi de sons e imagens. Foi um TEDx de momentos inexplicáveis.

Começou com o som melancolicamente agitado de João Gentil, um som que perturbou o silêncio que atravessava a sala, fazendo o público desligar-se do sol que se sentia nesse dia e levando-o a navegar por memórias.

Terminou com a TED Talk em jeito de performance do grupo Roncos e Coriscos que bombardearam a audiência com histórias do fantástico passado português vivido no presente. Fabuloso Portugal que é uma mistura de culturas diversas e antagónicas. Somos um alegre paradoxo de consensos.

Ao longo de toda uma tarde no placo TEDx desfilaram ideias, projetos, percursos de vida, experiências felizes e menos felizes, mas todas feitas e vividas por sobreviventes.

Rui Munhoz, alma viajante em busca de inspiração permanente, já percorreu meio Mundo e de todas as viagens da sua vida, transmitiu ao público que os bons e os maus acontecimentos dependem somente da interpretação que lhes damos. Somos o que somos. Mas não devemos ficar nem ser reféns de preconceitos e nunca apáticos mas sim socialmente interventivos.

Jorge Mota fez juntamente com o público uma viagem, pondo a descoberto, as verdadeiras emoções que se escondem por detrás de palavras que mentem. Talvez por sermos incapazes de lidar com o que verdadeiramente sentimos, usamos palavras que não correspondem às nossas emoções. E a nossa memória vive de emoções e não de palavras.

Subiu ao palco André Faustino para nos falar do ADN, a linguagem da vida. Investigador cientifico de marcadores genéticos, procura respostas ao milagre da vida, a informação que passa de pais para filhos e que origina um ser único e individual. A importância, esforço e dedicação que a investigação cientifica exige só é possível ser conduzida por alguém que acredita realmente naquilo que faz.

Somos Fado. O Fado não se explica, sente-se. O Fado não se ensina, entende-se. Liliana Silva pisou o palco TEDx para falar de uma identidade portuguesa que é a paixão da sua vida. Este legado tão rico actual que temos do Fado já vem do século XIX, com uma origem humilde, todas as classes o abraçaram e fizeram dele estilo de ver a vida. Talvez seja o Fado um dos maiores mistérios da Alma Lusitana.

Nesta cidade portuguesa, Cantanhede, um projeto de vanguarda é algo que faz parte da comunidade. O Biocant. Investigação e evolução em prol de uma sociedade de qualidade. Carlos Faro dedica a sua vida em busca de uma sociedade sustentável. Carlos Faro vive e trabalha com os olhos postos no futuro. Mas se queremos ter uma sociedade sustentável, com qualidade de vida, tal exige um melhor exercício de cidadania por parte de todos os indivíduos. Oportunidades iguais, livres de preconceitos e barreiras mentais.

Daniel Neves fez uma TED Talk de esperança, construída por experiências difíceis e de muita luta, mas sempre de esperança. Quebrando o tabu da gaguez, levando-o para um plano cientifico, investigando-o de modo a ultrapassar ideias pré-concebidas associadas a incapacidade intelectual. Se o importante não são as palavras, mas sim as emoções, é urgente que a sociedade não discrimine quem não é falante em termos de normalidade. Somos sentimento e não palavras.

Juan Daniel Domingues deslumbrou a plateia ao explicar a evolução da sua pintura e a paixão que coloca em cada quadro seu. Cada obra criada transmite a sua percepção, carrega parte de si, deixando-se levar por todas as influências que habitam em si. A pintura, tal como a vida, deve ser deixada fluir.

Voltando à ciência agora com a oradora Sara Monteiro, uma TED Talk que transmitiu toda uma preocupação com o futuro da Humanidade e o impacto da sua investigação cientifica para atenuar a realidade aumento demográfico/menos terra arável. É necessário aumentar o rendimento das terras que existem e das culturas que produzimos. Temos de saber responder à questão: Onde queremos estar? Nós não herdamos a mundo dos nossos pais, apenas o tomamos emprestado dos nossos filhos.

O TEDx revela paixões. E quando essas paixões fazem mudar o modo como se vê o Mundo, essa mensagem tem de ser partilhada. O orador Frederico Dinis encontrou na música electrónica a sua filosofia de vida. Um percurso ao longo da sua vida que o levou a um palco TEDx para dizer a uma audiência atenta que a música traduz diálogos sonoros e visuais que dispensam palavras. Que não são precisas palavras para por as mentes inquietas com o fascínio pelo conhecimento.

O último orador, Manuel Castelo Branco, foi pertinente. Conduziu-nos através de uma reflexão incisiva sobre a dicotomia Estado Neo-Liberal/Estado Social quanto à conceção antropológica e sobre uma verdade: sem duvida, as escolas de economia, e porque a economia se tornou ao longo dos tempos, numa ideologia, influenciam os governos; tornaram-se em aparelhos ideológicos dos Estados. O ser humano acabou por se converter num factor de produção e urge agirmos. É fundamental.

Numa tarde intensa com tantas experiências, quando o final chegou as saudades já apertavam e a vontade de novo TEDxCantanhede já brilhava nos olhares. Um sorriso final.

Obrigado a todos que tornaram este TEDxCantanhede mais do que palavras, uma verdade acção.

Ana Arromba Dinis encerrou. Ou talvez não. As suas palavras foram um verdadeiro até já. 


Paula Franco






Versão em inglês


More than Words


The Museu da Pedra hosted one TEDxCantanhede that was beyond words .

Actually, it was not a TEDx words. Instead it was a TEDx poured into feelings of flavors, pure sound and images.

It began with the sound of busy wistfully by João Gentil , a sound that disturbed the silence across the room, making the audience turn off the sun felt on that day and taking it to navigate through memories.

Ended with the TED Talk and performance of the band Roncos e Coriscos that bombed the audience with stories of the past lived in this fantastic Portuguese land. Fab Portugal which is a mixture of various and different cultures. We are a joyful paradox of consensus.

Throughout an entire afternoon full of ideas, projects , patterns of life, happy and less happy experiences, but all done and experienced by survivors.

Rui Munhoz, soul traveler in search of permanent inspiration, has traveled half World and from all the voyages of his life, conveyed to the public that the good and bad events depend only on the interpretation we give them. We are what we are. But we should not be hostages of prejudices and never apathetic but socially interventional .

Jorge Mota made ​​along with the audience a journey, uncovering the true emotions that are hidden behind words that lie. Maybe because we're unable to deal with what we truly feel, we use words that do not correspond to our emotions. And our memory lives on emotions, not on words.

André Faustino took the stage to speak about DNA, the language of life. Scientific researcher of genetic markers, he seeks answers to the miracle of life, the information that passes from parents to children and that gives origin to a unique and individual being. The importance, effort and dedication that scientific research requires can only be conducted by someone who really believes in what he does.

We are Fado. Fado can not be explained, we must feel it. Fado is not taught, it is understood. Liliana Silva stepped TEDx stage to speak of a Portuguese identity that is the passion of her life. This current legacy so rich that we have at Fado comes from the nineteenth century, with a humble background, all classes embraced it and made ​​him a life style. Maybe Fado is one of the greatest mysteries of the Lusitanian Soul.

In this Portuguese city, Cantanhede, a vanguard project is something that is part of the community. Biocant. Research and development towards a society of quality. Carlos Faro dedicates his life in search of a sustainable society. Carlos Faro lives and works with his eyes set on the future. But if we want a sustainable society, quality of life, this requires a better exercise of citizenship among all individuals. Equal opportunity, free from prejudices and mental barriers.

Daniel Neves made ​​a TED Talk of hope built through hard experiences and a lot of struggle, but always hopeful. Breaking the taboo of stuttering, taking it to a scientific plan, investigating it to overcome preconceived ideas associated with intellectual disability. If the words are not important, but rather the emotions, it is urgent that society does not discriminate against anyone who is not speaking in terms of normality. We are feeling and no words.

Juan Daniel Domingues dazzled the audience by explaining the evolution of his painting and the passion he put into each frame and painting. Each work created transmits his perception, bears part of themselves, being carried away by all the influences that inhabit himself. The painting, like life, should be allowed to flow.

Returning to science now with the speaker Sara Monteiro a TED Talk that sent a whole care about the future of humanity and the impact of scientific research to mitigate the demographic reality / less arable land increased. It is necessary to increase the yield of the lands and cultures that exist to produce. We need to know to answer the question: Where do we want to be? We do not inherit the world from our parents, we just borrow it from our children.

TEDx reveals passions. And when those passions change the way we see the world, this message has to be shared. The speaker Frederick Dinis found in electronic music his philosophy of life. A journey throughout his life that led him to a TEDx stage to say to an attentive audience that the music translates audible and visual dialogues that do not require words. That are not accurate for words by the restless minds with the fascination for knowledge.

The last speaker, Manuel Castelo Branco , was relevant. He led us through an incisive reflection on the dichotomy Neo-Liberal State/Social State as the anthropological conception and on a truth : without doubt , schools of economics , and because the economy has become over time, an ideology , influence governments ; they became ideological apparatuses of states. The humans eventually become a production factor and urges to act. It is essential .

After an intense afternoon with many experiences, when the end came people were already missing it and the idea of another TEDxCantanhede was shining in their eyes. A final smile.

Thanks to everyone who made ​​this TEDxCantanhede more than words , a real  action.

Ana Arromba Dinis said the closing words . Or maybe not. Her words were more a “see you soon!”.


Paula Franco




#TEDxCantanhede

#TEDxCantanhede

#TEDxCantanhede